domingo, 4 de outubro de 2015




Jane Grey nascida em 12 de fevereiro de 1554 foi uma nobre inglesa declarada Rainha da Inglaterra e Irlanda de 10 de julho a 19 de julho de 1553 após a morte de Eduardo VI.
Joana ( do inglês Jane) era bisneta de Henrique VII através de sua filha Maria Tudor e também prima em primeiro grau de Eduardo VI. Ela casou-se em maio de 1553 com lorde Guilford Dudley, filho mais novo de João Dudley, 1.º Duque de Northumberland, regente de Eduardo. Próximo da morte, o jovem rei nomeou Joana como sua sucessora em seu testamento, ignorando as reivindicações de suas meia-irmãs Maria e Isabel sob o Terceiro Ato de Sucessão. Joana acabou sendo aprisionada na Torre de Londres em 19 de julho depois do Conselho Privado passar para o lado de Maria. Ela foi condenada por alta traição em novembro e sentenciada a morte, porém sua vida foi inicialmente poupada. Uma rebelião entre janeiro e fevereiro de 1554 contra os planos de Maria de se casar com Filipe da Espanha levou às execuções de Joana e seu marido.
Joana teve uma excelente educação humanista e a reputação de ser uma das mulheres mais cultas de sua época. Uma forte protestante, ela foi postumamente considerada não apenas uma vítima mas também uma mártir.
No dia 12 de fevereiro de 1554, Guilford foi executado em praça pública. Joana Grey recebeu uma execução privada no mesmo dia na Torre de Londres. A execução privada foi ordem de Maria, como um gesto de respeito à prima.
Joana foi executada aos 16 anos e enterrada junto a Guilford na Capela Real de São Pedro ad Vincula.
Lady Jane, uma adaptação cinematográfica de 1986 retrata uma parte de sua história, tendo como atriz principal Helena Bohan Carter.





Minha querida Lady Jane
Quando eu te vir novamente
Seu servo eu sou
e vou humildemente permanecer

Apenas atenda a esse apelo meu amor
Feito de joelhos, meu amor
Eu me comprometi com Lady Jane

Minha cara Lady Ana
Eu fiz o que pude
Eu devo partir
Pois estou prometido
O jogo está sendo jogado, meu amor
Seu dia chegou, meu amor
Eu jurei meu pescoço a Lady Jane

Oh, minha doce Maria
Eu espero à sua vontade
A areia ja acabou (da ampulheta)
Para a sua senhoria e eu

O casamento está próximo, meu amor
ela está garantida, meu amor
A vida é segura com Lady Jane

Lady Jane - Rolling Stones

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Eu sou Oxóssi!
A  cultura  afro em muito está presente na população brasileira em geral. Nossa estória marcada pela escravidão trouxe os povos negros por mares distantes, semeando sua genética, seus costumes e tornando-se parte desta mistura de povos que flui em nossas veias.
Assim como todos que imigraram para a nossa nova morada na América, os povos africanos deixaram tesouros que até hoje são explorados. Um dos maiores a se destacar é a capoeira. Essa cultura em muito é explorada em Caçapava do Sul, a partir do projeto social que abrange a população negra, mas que abre suas portas para todos, independente de idade, sexo ou classe social. Todos sendo recebidos de braços abertos no momento em que resolvem adentrar neste curioso e brilhante mundo.
Vejo garotos e garotas, a maioria em sua adolescência dedicando seu tempo e amor a esse hobbie.  Eles amam capoeira, eles vivem capoeira.  São a centelha viva de uma chama distante, um resgate dos antigos costumes mantendo a estória do nosso Brasil viva de geração para geração. A lembrança perpétua do que nós fomos e de onde viemos.
Sabe o que torna a capoeira um meio cultural a ser destacado? É um vício. Os jovens a praticam com fervor, trocando as obscuridades do mundo que os assolam, as promiscuidades já não chamam sua atenção. Eles querem cantar e jogar, com seus amigos, colegas, irmãos, é uma  sociedade saudável e limpa, que em tudo colabora para saúde física, mental e a formação do caráter destes jovens.
Nas ruas encantam os caminhantes. Com seu berimbau e seu corpo, fazem mágica e  cultura, com seu canto pregam harmonia e sábios ensinamentos. É o tesouro, não como moedas de ouro que   viram a cabeça do homem, e sim um que o  move para a satisfação pessoal, honesto, forte e sempre cantarolando para a vida a felicidade de ser capoeira.




O que é para mim a capoeira? Para mim a capoeira é a forma de me libertar de tudo o que me rodeia, é onde me expresso e onde sou feliz !!! - Kethlyn Marques





´´Vai lá menino

Mostra o que o mestre ensinou
Mostra que arrancaram a planta
Mas a semente brotou
E se for bem cultivada
Dará bom fruto e bela flor(...) ``





´´É arte nobre vem chegando arte nobre vem chegando
Iluminando
Meus caminhos
Na roda de capoeira aprendi andar sozinho
Toca
Toca são bento grande toca são bento grande angola miudinho``




Capoeira é tudo, capoeira e arte, é um jogo, luta, cultura, capoeira é tudo e um pouco mais, é um estilo de vida - Matheus Marques




´´Paranauê, paranauê paraná``



´´Lá no céu tem capoeira,
uma estrela me falou.
Quando ronca a trovoada
É que a roda começou``



A capoeira em Caçapava do Sul é ensinada em escolas no sistema mais educação, mas a linha mais forte pertence ao Clube Recreativo Harmonia, onde a capoeira em parceria com o Coletivo Omodê busca resgatar a cultura afro-brasileira.
O coletivo Omodê acolhe crianças, adolescentes e adultos de qualquer gênero, cor e classe em oficinas de arte e esportes, buscando valorizar e trabalhar a aceitação das diferenças. O diferente é um pedaço do todo, tudo é cultura e formação.
Tenho o prazer de fazer parte deste projeto. Acabei de entrar para a capoeira e digo ser inacreditável! Você ultrapassa limites que jamais acreditou ser capaz, fica mais saudável, disposto, e ainda por cima se diverte e encanta, isso é capoeira, é beleza e acima de tudo é vida!




quarta-feira, 12 de agosto de 2015

MUNDO JOVEM


A juventude move  a sociedade. Tanto social como culturalmente, os jovens  constroem seu círculos de afazeres e hobbies, desenvolvendo sua personalidade e assim colaborando para a formação de uma população variada e inovadora.
Eles vão à escola, manifestam-se contra o que não acham correto, praticam esportes, cantam, dançam, pintam e desenham, e principalmente fazem tudo ao extremo e com toda a paixão. Isso faz a diferença,  é pelo dia a dia desses que os adultos passam todos os dias enquanto saem de seu trabalhos ou da casa de suas famílias.
Porque há de ser um jovem a mudar a sociedade? Muitos perguntarão. Pois eu digo que um jovem está no ponto ápice de mudança, pleno sentimentalismo e confusão, e acima de tudo  se apóiam  em seus grupos de amigos, pois estes são parte essencial e sempre presente em sua vida, cuidam uns dos outros ou não, sendo falsos ou verdadeiros, esses amigos ensinam a sobreviver aos infortúnios da vida. Quem melhor para mudar uma sociedade?
E a criatividade é tudo! De vários estilos, com vários pensamentos, diferem-se muito em seus gostos, mas são completamente iguais na dedicação a eles. E esta diversidade não pode ser encontrada somente nas grandes cidades, e como exemplo para provar o que aqui escrevo, farei uma série de artigos envolvendo jovens, seus estilos e gostos, tendo em vista os que me rodeiam,  aqui na cidade onde estabeleço residência.
Caçapava do Sul no Rio Grande do Sul não é uma grande cidade, mas é a amostra mais simples e pura para mim de que a diversidade pode coexistir, a diversidade é à base de uma sociedade, e os responsáveis por ela somos nós jovens!
Para dar início essa viagem, começarei num ramo que em minha opinião é o principal na cultura de um adolescente, a música. De vários gêneros com suas letras e notas, esta cultura é essencial, e muitos se dedicam em grande grau a ela. Em Caçapava particularmente, temos uma infinidade de bandas a citar, e eu procurarei levar ao conhecimento de vocês uma boa quantidade delas,  mostrando o trabalho destes garotos e garotas que amam tocar e cantar okey? Vai ser demais! Acreditem,  conhecer esse pessoal de perto vale a pena. Então, acompanhem aqui no blog e faça parte dessa jornada pela dimensão da diversão.
Bem vindos ao mundo  dos jovens, bem vindos ao meu mundo!



A música é a liberdade dos meus sentidos e instintos, um grito sem gritar, uma linguagem incompreensível pelo intelecto, mas sim pela vibração e nossos sentimentos quando sintonizados com a música.
Cássio Borba






Arrebentando com a CRY FOR MY GOD!


Junho de 2012-atualmente
Gênero: Metalcore/Deathcore, tendo suas primeiras composições mesclado sua primeira influência, que foi o Trash Metal.

Bateria: Pety Sanches
Baixo: David dos Santos
Guitarra solo: Bruno Marques
Guitarra base: Everson Freitas
Vocal: Marcos Mozart
Influências: Sepultura, Chelsea Grin, Bullet For My Valentine, Trivium, Suicide Silence, Attila, This Art Is Murder, Emmure, Lamb Of God, Project 46.

Os garotos da Cry For My God  são exemplos de um grande esforço.  Apesar de se originarem de uma cidade pequena, não cessaram sua busca pelo sucesso na carreira musical e são atração garantida nos festivais de rock da  cidade e região.
Acima de tudo, devemos lembrar que toda essa luta pela fama não é o que apenas convém a esses jovens. Todo sonho tem um princípio, e o  deles foi o amor pela música.







Pra mim a musica representa praticamente tudo, é vida, é felicidade, é um modo de se expressar, de sobreviver, de poder ser ouvido, tentar tocar o coração das pessoas com aquilo que você sente no seu próprio coração _ Everson Freitas

Curtam a página da banda no facebook e  fiquem por dentro de suas atualizações e novidades: